SOBRE NÓS

Visão, Missão e Valores

Visão

Ser reconhecida como a prestadora de serviços logísticos mais competitiva da SADC e atender nossos clientes através de alta tecnologia, desempenho de qualidade, inovação e serviços de valor agregado alinhados aos padrões internacionais.

Missão

Fornecer aos nossos clientes excelentes serviços logísticos em toda a SADC, facilitando o sucesso e promovendo o comércio, bem como entregando valor significativo e mensurável aos nossos clientes através do foco em: Execução de serviços. Monitoramento ao vivo de ativos usando computadores de bordo. Controle de custo. Melhoria continua; e Orientação para resultados.

Valores

Nossa cultura é impulsionada por nosso compromisso com nosso pessoal e devoção ao atendimento excepcional ao cliente. Juntos trabalhamos com os nossos clientes para compreender e antecipar as suas necessidades futuras, procurando constantemente melhorar os nossos serviços e estar a par das novidades do mercado.

0
Escritórios
0 +
Países
0 +
Anos
0 +
Projectos

A História da Nossa Empresa

A história da Transpotes Lalgy começa quando as ONGs chegaram a Moçambique depois que o país conquistou a paz após 16 anos de guerra e a população precisava de ajuda.

É neste momento que a transportadora se funde com a PMA (World Food Program), agência internacional que oferece alimentação a mais de 90 milhões de pessoas em cerca de 80 países, criando assim o primeiro cliente número um.

Naquela época já existiam outros transportadores, mas suas frotas foram queimadas ou danificadas devido ao conflito no país.

Assim, há muita mercadoria a ser levada para lugares que não têm nada há mais de uma década, a população carece de quase tudo. A transportadora viu a necessidade e a oportunidade de aumentar a frota para atender as demandas das ONGs.

Junaide Lalgy, atual gerente geral, tinha 27 anos na época e, com a morte do pai, nenhum banco deu crédito aos jovens.

E sem capital para comprar uma frota de caminhões, Junaide resolve arriscar tudo e vai ao escritório da Fresp, no prédio Progresso, na Avenida 24 de Julho, para conversar com o Sr. Lars, que foi deputado sueco, para encomendar caminhões. Não havia caminhões, mas esperança, pois uma frota de 4 caminhões Volvo estava chegando de Durban, na África do Sul, para um cliente no Malawi, Lars entende a urgência e aposta no jovem.

Junaide não quis acreditar, pois naquela reunião não havia compromisso de pagar apenas os papéis para levantar as pesadas cargas.

Há duas semanas chegou ao escritório da transportadora da PMA, referindo-se a obras já realizadas, com tudo feito se, no primeiro pagamento dos camiões ao Sr. Lars, representante da Volvo em Moçambique, não foi mencionada uma data de valor, mas com uma nova frota, a receita aumentou em menos de três meses, e em poucos meses a dívida dos caminhões com o Sr. Lars foi honrada e a partir de então os caminhões do Sr. Lars estavam sempre abertos.

Com um escritório instalado na garagem da casa da mãe em Maputo Matola, necessitando assim de ampliação, as instalações da Matola ganharam um escritório maior. Em 1994, os irmãos deixaram outras atividades e se juntaram ao irmão, e com o esforço de todos, mais dois novos caminhões Fresp foram adquiridos.

No entanto, um dos clientes que a transportes Lalgy, denominado SEMOC (sementes de Moçambique), chega aos escritórios da Lalgy, onde distribuem as sementes nas zonas mais ricas do país, saindo da província de Gaza para os seus centros de distribuição e daí, caminhões foram usados ​​para chegar às aldeias. Por esta razão, em 1994, a transportadora decidiu abrir uma sucursal na Beira.

Para atender às necessidades da SEMOC, ela foi forçada a viajar internacionalmente, algumas sementes foram importadas do Zimbábue e as operações eram complexas e exigiam grandes sacrifícios de todos porque a frota ainda era pequena. Muitas destas sementes foram transferidas de Moçambique para serem entregues no Malawi, a equipa trabalhando arduamente para cumprir os prazos e internacionalizar o transporte da Lalgy.

Em 1995, chegou a Moçambique um programa de apoio ao transporte promovido pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), no qual a Transportes Lalgy se incluiu e adquiriu mais seis camiões com financiamento directo da agência através do Banco de Moçambique, com passagem integral de frota. para 17 caminhões.

Por volta da virada do século, em 1998, Junaide, atual gerente geral, viajou para os Estados Unidos da América para comprar caminhões usados ​​acompanhados de um sul-africano. Em Miami, a Huston Transportes Lalgy adquiriu mais 26 caminhões Freightliner para integrar a frota com 17 caminhões Volvo.

A Transportes Lalgy faz mais quatro deslocações aos parques americanos para comprar mais camiões, abrindo assim mais uma janela de oportunidade para a importação e venda de camiões, tendo importado cerca de 500 camiões por ano, uns para venda e outros para o mercado moçambicano, num total de 700 camiões que circulam nas estradas da SADC.

Em 2002, foi iniciado um grande projecto de transporte de gasodutos do gasoduto Temane, na província de Inhambane, Japão, até à fronteira de Ressano Garcia, em Maputo, levando-os em linha recta até Temane.

Este projeto abriu as portas para o transporte de combustíveis em 2007, e para granel, que inclui minério, e outro para máquinas pesadas e cargas anormais, dando origem a uma diversidade de serviços.

Em 2011 foi aberta mais uma delegação, desta vez em Tete, o que exigiu a assinatura do contrato com a Jindal Mining. A Transportes Lalgy transportou carvão e opera internamente nas minas com máquinas próprias para garantir o melhor desempenho dos trabalhos de extração.

Por que as pessoas nos escolhem?

Conhecemos o transporte. Desde 1990, ajudamos a moldar a indústria.
Estamos agora usando dados e tecnologia para criar a rede de transporte mais eficiente nos países da SADC, operando uma das maiores, mais seguras e mais modernas frotas na estrada hoje. Nossos investimentos em tratores, reboques, contêineres e equipamentos são uma prova do compromisso que assumimos com nossos clientes, funcionários e a indústria. Temos orgulho de oferecer serviços premiados com soluções de transporte independentes, eficientes e seguras que criam valor para nossos clientes, com a capacidade de agir rapidamente quando as circunstâncias mudam.

Confiabilidade

Nossa organização se estabeleceu como um parceiro confiável e estável, através de muitos anos de experiência.

Qualidade

Combinamos a qualidade dos serviços e um profundo conhecimento do campo.

Resultados

Trazemos resultados positivos 100% do tempo.